Carrinho de Compras

Segurança em ambientes laboratoriais: melhores práticas para prevenir riscos químicos

Realizar o transporte de materiais, lidar com eletricidade, máquinas e o manuseio de produtos químicos, essas são algumas das atividades que profissionais que atuam em ambientes laboratoriais fazem diariamente. Por isso, estão sujeitos a diversos riscos químicos que podem prejudicar sua saúde física. 

Mas, você sabe como reduzir esses riscos e garantir mais segurança em ambientes laboratoriais? Melhorando assim a produtividade e elevando a qualidade do trabalho nesses ambientes.

Independente do serviço executado, todo profissional tem direito de trabalhar em um ambiente seguro. Por isso, separamos aqui algumas dicas de ações para prevenir acidentes.

Mas, para garantir segurança em ambientes laboratoriais, antes é preciso entender o que é um risco químico e quais são os riscos envolvidos no ambiente laboratorial. Vem conferir e saber tudo sobre prevenção de riscos e acidentes.

O que são riscos químicos?

Entende-se por risco químico, a probabilidade do trabalhador se expor a agentes químicos, normalmente nocivos à sua saúde. Ocasionando, por exemplo, desde irritação nos olhos e pele até queimaduras leves ou graves.

Esses agentes químicos são compostos ou substâncias que podem penetrar no organismo de diversas formas, dependendo da atividade realizada.

Dessa maneira, mapear esses agentes e riscos químicos é fundamental para garantir o armazenamento e o manuseio das substâncias de forma mais correta e segura, aumentando a segurança laboratorial e diminuindo as probabilidades de acidentes. 

Quais os principais riscos em laboratório?

Para se pensar em segurança em ambientes laboratoriais é muito importante conhecer os diferentes riscos. Conheça os cinco principais grupos de atenção:

  • Riscos acidentais: relacionados a máquinas e equipamentos, como incêndios e explosão. Situações que possam ameaçar a integridade, bem-estar físico e moral dos trabalhadores;
  • Riscos biológicos: provenientes de contaminações, em manuseios e contatos com materiais e agentes nocivos;
  • Riscos ergonômicos: lesões que interferem nas características psicofisiológicas, prejudicando a execução das atividades cotidianas;
  • Riscos físicos: gerados por máquinas e condições físicas inadequadas, como ruídos, radiações, pressões anormais, umidade, entre outras variantes que podem provocar danos à saúde do profissional.
  • Riscos químicos: direta exposição do trabalhador com agentes ou substâncias químicas por ingestão, vias respiratórias ou pela pele.

Por que a segurança em ambientes laboratoriais é fundamental?

Ambientes laboratoriais costumam trazer vários fatores de risco, que podem prejudicar a saúde e bem-estar dos trabalhadores e diminuir a qualidade do trabalho.

Dessa forma, proteger o ambiente de trabalho e dos profissionais é garantir a integridade física e a saúde deles, mantendo um processo de trabalho mais fluido, seguro e de qualidade.

Esse processo é necessário, não somente para atender melhor o cliente, como também garantir mais assertividade nas atividades internas.

Como assegurar a segurança?

Para garantir a segurança no trabalho, é necessário adotar medidas que minimizem os riscos no ambiente laboratorial. Veja:

  • Análise dos fatores de risco: é importante mapear todos os fatores de risco existentes nas tarefas e operações do ambiente de trabalho. Isso é importante para avaliar quais condutas e direcionamento devem contar no manual de biossegurança.
  • Elaboração de manual de biossegurança: documento necessário para assegurar a segurança no trabalho. Contém normas e condutas de segurança e procedimentos em caso de acidentes.
  • Uso de EPIs: fator fundamental para aumentar a segurança e reduzir a probabilidade dos riscos.
  • Capacitação dos colaboradores: treinamentos e orientações são fundamentais para o trabalho seguro no dia a dia e para lidar com emergências.
  • Investimento em estrutura adequada e manutenção:riscos acidentais e ergonômicos podem ser evitados com uma estrutura adequada.
  • Definição de protocolos: padrão de procedimentos para cada tipo de atividade desempenhada.

Quais são as melhores ações para prevenir acidentes?

Existem estratégias variadas para garantir mais segurança em ambientes laboratoriais. Veja a seguir:

  • Invista em capacitações para os colaboradores;
  • Escolha adequadamente a mobília e os materiais do laboratório;
  • Instale pisos antiderrapantes;
  • Estabeleça protocolos padronizados para os procedimentos;
  • Forneça mecanismos de fiscalização do uso de EPI;
  • Seja cauteloso com os equipamentos e máquinas;
  • Tenha cuidado com o manejo dos resíduos.

EPIs e EPCs: quais os equipamentos necessários?

O Ministério da Saúde recomenda que os laboratórios utilizem equipamentos de proteção, para proteger a saúde e a vida de cada profissional durante suas atividades de trabalho, evitando risco de acidentes.

Os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), são materiais para cada trabalhador individualmente. Veja quais são as categorias:

  • Touca, capuz, capacete;
  • Óculos, viseiras, máscaras;
  • Abafadores, protetores auriculares;
  • Respirador;
  • Jalecos, coletes;
  • Luvas descartáveis, luvas anti-incêndio, braçadeiras;
  • Calças, botas etc.

O próprio laboratório deve fornecer esses equipamentos para os funcionários e cobrar o uso durante o expediente.

Os EPCs (Equipamentos de Proteção Coletiva), entram em uma categoria diferente. São ferramentas fixas ou móveis instaladas no local de trabalho para a proteção coletiva.

Em ambientes laboratoriais, um dos principais EPCs são as Cabines de Segurança Biológica (CSB), para proteger tanto o ambiente quanto o profissional.

Existem também equipamentos para proteger o produto ou material que está sendo manipulado, evitando contaminações. 

Além disso, outros itens importantes são: kit de primeiros socorros, kit de desinfecção, barreiras de proteção, corrimão, piso antiderrapante, materiais de sinalização, entre outros.

Quer saber mais sobre como ter mais segurança em ambientes laboratoriais? Entre em contato com a gente! A Alpax está no mercado há mais de 30 anos, fornecendo equipamentos para laboratório. Converse com quem é referência no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *